Caminhos do Alvão 2013 - Distância Longa (09-11-2013)
Categoria: Competição
Mapa/Área: Lamas de Olo
Organisação: Orimarão
País: Portugal
Disciplina: Orientação Pedestre
Mais um fim de semana de orientação com o Troféu Caminhos do Alvão 2013, organização do Orimarão com uma distância Longa em Lamas de Olo e um Sprint em Vila Real.

Tinha estado nessa semana em Lamas de Olo em trabalho e desde esse dia que fiquei com receio das condições climatéricas que pudéssemos apanhar... e o receio concretizou-se.. Cheguei mesmo em cima do meu tempo de partida (tinha estado a trabalhar em Aveiro de manhã) e encontrei um cenário de muito nevoeiro, frio e vento... Tendo consciência que me esperava um mapa com poucos caminhos, muita pedra, desnível e muita água parti muito pouco confiante para a etapa...

Mal peguei no mapa (o que já não era fácil dado o frio que estava) assustei-me logo com a pernada para o ponto um.. uma pernada longa e sem saber por onde me "enfiar". Tentei numa fase inicial manter me junto à linha de água mas ainda antes de lá chegar acabei por atravessar uma zona de vegetação rasteira (??) que me deixou completamente molhado e congelado... Lá consegui chegar à linha de água e tentei procurar uma zona com fácil progressão mas não fui bem sucedido.. Fui seguindo a linha de água mas acabei por lhe perder o rasto pois havia água por todo o lado.. Acabei por avançar praticamente sem qualquer referência à espera de conseguir chegar a algum sítio que me permitisse localizar.. Acabei por chegar a uma zona alta com bastante rochas.. Como não sabia se estava no local certo fui para a zona baixa à espera de melhor sorte ... Acabei por encontrar o ponto 2 (sorte??) e quando já praticamente pensava em desistir consegui ganhar novo alento.. Fui rapidamente ao ponto 1 e voltei ao ponto 2...

No ponto 3 ao ajudar um atleta que procurava a melhor forma de ir para a chegada perdi a direção. Contudo consegui rapidamente identificar onde estava..

Ponto 4... o frio era tanto que optei por ir por caminhos para tentar aquecer um pouco o corpo sem ter que me preocupar muito com a navegação..

Ponto 5... saí da zona de floresta e fiquei sem saber como abordar o ponto.. o nevoeiro era tão intenso que não consegui identificar o ponto mais alto do "monte" que tinha de subir. Acabei por decidir subir até ao topo à procura de conseguir identificar algo que me ajudasse..Acabei por ir dar a uma zona de falésias facilmente identificáveis no mapa e que me permitiram dar facilmente com o ponto..

Ponto 6.. mais um bico de obra... tentei ir com calma, tentando manter me junto à zona rochosa.. o que de facto consegui até certo ponto.. Contudo acabei por seguir sempre na mesma direção quando deveria ter seguido o limite das zonas rochosas.. A partir daí andei completamente perdido e sem saber onde andava.. Cheguei a encontrar uma bifurcação de linhas de água, tendo pensado que estava numa zona onde já tinha passado aquando da pernada para o ponto 1 mas após ver o tracking vejo que estive muito mais acima numa zona onde nem há linhas de água tinha marcadas.. Contudo, analisando agora com mais calma, verifico que a água que vi e ouvi circulava nos fossos de terra que estão bem visíveis no mapa.. Acabei por ver uma estrada e depois de uns minutos dei com o ponto de água.. A esperança renascia.. Tentei ir lá com Azimute e acabei por ter sorte (primeiro em ter acertado na direção e depois por ter encontrado dois atletas nessa zona que me ajudaram).

A partir daqui a prova desenrolou-se sem grande problemas tendo terminado com 1:56:34m mais 51 min que o 1º, um espanhol.

Contudo acabei por ficar contente com a minha capacidade de resistência (houve 6 mp no meu escalão..) ... Noto que continuo a ter grandes dificuldades em pernadas em que os pontos de referência são difíceis de encontrar e na leitura de relevo mas consegui contornar isso com esforço físico e mental..
Mostrar comentários (0)
 
Caminhos do Alvão 2013 - Distância Longa (09-11-2013) Caminhos do Alvão 2013 - Distância Longa (09-11-2013)